O seu produto tem um preço, isso, com certeza, você já sabe, agora, você sabia que o seu produto tem também um valor? É isso que a empresária Cristina Mosolf irá abordar para a nossa redação neste artigo. Cristina Mosolf, empresária apaixonada por marketing e logística, possui amplo arcabouço quando este é o tema. Por isso, se você é empreendedor e está com um percentual baixo de vendas, acompanhe esse artigo e saiba como reverter esse quadro. 

Valor agregado ao produto, de maneira básica, nada mais é que o cliente reconhecer, de fato, o valor daquele produto. Dessa forma, ele irá “aceitar” o preço que está exposto na prateleira, pois ele reconhece seu processo de obtenção e fabricação, os benefícios que lhe trarão e aprecia o design e a ideia por trás daquele produto.

Ainda sobre esse tópico, Cristina Mosolf enfatiza que o design é um item super importante, pois o ser humano aprecia coisas, materiais, objetos, paisagens, dentre outros inúmeros conceitos e materialidades, simétricos. Nós gostamos de ver o que alegra nossos olhos, por isso, diante de uma embalagem bonita que, apenas pelo fato de possuir um design bonito, já está ali agregando valor. 

Além disso, Cristina Mosolf fala que é necessário desenvolver um bom relacionamento com o cliente, afinal, sua marca precisa estar em destaque dentre tantas outras. Por isso, invista em cupons, ofertas e programas de fidelidade, assim como programas de vantagens. Além de criar uma boa identidade visual e de relacionamento com o cliente, a marca irá obter novos clientes dessa maneira. 

Mostrar o processo produtivo pode ser uma boa alternativa para agregar valor ao produto. Cristina Mosolf explica que evidenciar a qualidade do produto, da matéria-prima, do cuidado da fabricação, embalagem e tudo o que envolve esse processo, até chegar nas mãos do consumidor final, também é uma boa estratégia. 

Por fim, Cristina Mosolf enfatiza que de nada adianta elaborar embalagens lindas, criar um bom CRM (Customer Relationship Management) e evidenciar o processo criativo e de elaboração do produto se a empresa não estipular uma precificação justa do produto. A precificação do produto é um dos pontos mais importantes dentro da dinâmica de uma empresa, isso porque a precificação do produto pode inviabilizar que o público-alvo compre ou pode acarretar em prejuízos para a companhia. 

Artigo anteriorSaiba a diferença entre vinho fino e vinho de mesa
Próximo artigoConheça Peru Beach: a beira do Rio de la Plata

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui