O pet de estimação da ex-presidente Dilma Rousseff não seguirá viagem rumo a Porto Alegre. Conhecido como Nego, o labrador irá se separar de sua dona devido à sua saúde frágil e idade avançada (14 anos). 

O animal foi estrela na campanha presidencial de 2010, após aparecer em uma tomada “brincando” com a petista.

cão foi “herdado” por Dilma em 2005, após José Dirceu ser exonerado da Casa Civil e a pasta ser assumida pela ex-presidente. Agora, ficará na casa de um ex-assessor de Dilma, em Brasília.

Na mudança, Dilma levará apenas a cadela dachshund Fafá, adotada após ser achada na rua pela petista.

Opinião do Villa: História do cachorro é jogada de marketing