Manny Pacquiao nunca se mostrou um lutador durão, com cara de mau, marrento e bravo. Humilde, o filipino teve infância difícil em sua terra natal e se separou da família aos 16 anos. Poucos antes disso, porém, o lutador chegou a fugir de casa ao ver que um membro de sua família tinha sido comido.

O Pac Man fugiu de sua casa aos 12 anos, depois de chegar em casa e ver que seu pai matou seu cachorro e o comeu com a mãe e os irmãos. A revelação foi feita pelo treinador de Pacquiao, Freddie Roach, em entrevista ao site Euro Sports, no início dessa semana.

“Manny fugiu de casa depois que seu pai comeu o cachorro dele”, afirmou. “Ele vivia nas ruas, onde ele comprava rosquinhas em uma loja e depois as vendia para sobreviver”, completou.

Aos 36 anos, Pacquiao está na fase final de sua preparação para a grande luta contra o americano Floyd Mayweather. O combate acontece no próximo sábado (2), em Las Vegas, nos Estados Unidos. Mayweather e Pacquiao devem subir ao ringue às  21h do horário local (01h horário de Brasília), disputarão o cinturão dos meio-médios do Conselho Mundial de Boxe, avaliado em mais de 1 milhão de dólares, título que pertence ao americano, que colocará em jogo também seu título da  da Associação Mundial de Boxe (AMB), enquanto o filipino correrá o risco de perder o título da Organização Mundial de Boxe (OMB).